Edição Atual

v. 2 n. 2 (2018)
√Č com grande satisfa√ß√£o que lan√ßamos mais um n√ļmero da Revista Mem√≥ria e Informa√ß√£o ‚Äď vol. 2, n.2, julho/dezembro - 2018. Nesta edi√ß√£o, daremos continuidade √† publica√ß√£o de trabalhos apresentados durante o 2¬į Semin√°rio Tecnologia e Cultura-¬†Humanidades Digitais e Compet√™ncia em Informa√ß√£o. O encontro, ocorrido na Funda√ß√£o Casa de Rui Barbosa nos dias 23 e 24 de novembro de 2017, promoveu a apresenta√ß√£o e a discuss√£o de estudos entre estudantes, pesquisadores, professores e demais profissionais atuantes ou interessados na √°rea. Na se√ß√£o Artigos, o primeiro texto a que o leitor ter√° acesso √© o de Ivana Mihal e Daniela Szpilbarg. Nele as autoras abordam as vincula√ß√Ķes existentes entre o campo editorial e as bibliotecas populares na Argentina. O segundo artigo, de Cl√°udio Jos√© Silva, examina os desafios enfrentados pelo campo das Humanidades Digitais no contexto brasileiro. A seguir, Daniela Carvalho Sophia e Andr√© Bueno apresentam um panorama da rela√ß√£o entre a Museologia brasileira e a chinesa, destacando cinco quest√Ķes suscitadas pelo encontro de duas culturas t√£o distintas.No quarto texto publicado, Marina Leit√£o Damine Vera Dodebei, a partir do aplicativo Instagram, abordam aspectos relacionados √†s narrativas que circulam nas m√≠dias sociais.O quinto artigo, deIsabela Maria Arantes e Alberto Calil Junior, apresenta investiga√ß√£o sobre a inser√ß√£o do Letramento Informacional nos curr√≠culos de bacharelado do curso de Biblioteconomia no Brasil. Por fim, Shana dos Santos Ferreira e Marianna Zattar dedicam-se a examinar a pr√°tica da Compet√™ncia em Informa√ß√£o na forma√ß√£o dos orientadores de estudo e professores alfabetizadores que participam do Pacto Nacional pela Alfabetiza√ß√£o na Idade Certa ¬†no Estado do Rio de Janeiro. ¬† Na se√ß√£o Relatos de Experi√™ncia, divulgamos o trabalho de Leonardo Mattos da Costa em que o autor aborda a geografia hist√≥rica do Rio de Janeiro, apresentando um mapeamento a partir de¬† informa√ß√Ķes constantes no peri√≥dico Almanak Laemmert. No segundo artigo, Jorge Phelipe Lira de Abreu discute a import√Ęncia dos arquivos pessoais digitais apartir de um estudo de caso do arquivo pessoal de Rodrigo de Souza Le√£o. ¬† Estamos certas de que a diversidade tem√°tica dos textos apresentados nesta publica√ß√£o, com recurso a diferentes fontes e metodologias de pesquisa, poder√° vir a constituir contribui√ß√£o significativa em rela√ß√£o aos desafios com que se defrontam os processos de preserva√ß√£o e de gest√£o de acervos sob a guarda de institui√ß√Ķes p√ļblicas e privadas brasileiras. Esta nova edi√ß√£o de Mem√≥ria e Informa√ß√£o se apresenta como o resultado do esfor√ßo da equipe da Funda√ß√£o Casa de Rui Barbosa em divulgar estudos nas √°reas de patrim√īnio documental e arquitet√īnico, abrangendo museologia, preserva√ß√£o arquitet√īnica, preserva√ß√£o e conserva√ß√£o de documentos e ci√™ncia da informa√ß√£o, incluindo arquivologia e biblioteconomia. A todos desejamos uma √≥tima leitura.¬†Ana L√≠gia Medeiros e Daniela Carvalho Sophia (Editoras)
Publicado: 2019-01-17
Ver Todas as Edi√ß√Ķes

O peri√≥dico Mem√≥ria e Informa√ß√£o √© uma publica√ß√£o cient√≠fica interdisciplinar da √°rea de Arquivologia, Biblioteconomia, Ci√™ncia da Informa√ß√£o, Humanidades Digitais, Mem√≥ria Social, Museologia, Preserva√ß√£o Arquitet√īnica, Preserva√ß√£o e Conserva√ß√£o de documentos. Sua miss√£o √© contribuir para a divulga√ß√£o de pesquisas in√©ditas, an√°lises te√≥ricas, casos pr√°ticos de gest√£o e notas t√©cnicas que possibilitem subsidiar a reflex√£o acad√™mica e a pr√°tica profissional sobre iniciativas sustent√°veis em organiza√ß√Ķes privadas, p√ļblicas e da sociedade em geral.