Editorias universitárias, livros digitais e bibliotecas populares na gestão da CONABIP na Argentina

  • Ivana Mihal
  • Daniela Szpilbarg

Resumo

Neste trabalho analisamos as vinculações entre o campo editorial e o campo das bibliotecas. Para isso, centramos o olhar sobre as bibliotecas populares na Argentina. Lá, as bibliotecas populares não são públicas e não são comunitárias. É um tipo particular de biblioteca que inclui a gestão por parte da cidadania e é muito forte institucionalmente na Argentina. As questões que cercam esta abordagem são: como as bibliotecas populares se nutrem atualmente de livros e de outros materiais de leitura? Qual é o lugar do livro e da leitura digital nessas instituições? Quais são as maneiras que as editoras têm de integrar os fundos patrimoniais das bibliotecas populares? E, neste contexto, qual é o papel da Comissão Nacional Protetora de Bibliotecas Populares (CONABIP) em relação a este setor do campo editorial? Com perspectiva qualitativa, o artigo integra fontes primárias mediante à entrevistas e observações participantes e fontes secundárias, tais como, informes da CONABIP, do setor do livro, entre outros.
Publicado
2019-01-10
Como Citar
Mihal, I., & Szpilbarg, D. (2019). Editorias universitárias, livros digitais e bibliotecas populares na gestão da CONABIP na Argentina. Memória E Informação, 2(2), 1-19. Recuperado de http://memoriaeinformacao.casaruibarbosa.gov.br/index.php/fcrb/article/view/61
Seção
ARTIGOS